quarta-feira, 4 de junho de 2014

Na solidão do meio-dia!

       


Você quer uma chance?

       Quantas vezes você se sentiu angustiado? Deprimido? As coisas do mundo, os espinhos te sufocaram, te machucaram e isso foi tão forte que você ficou preso. Sem saída! Aí, você levantou uma muralha ao seu redor e envolvido em seu erros, nem percebeu que a muralha não te protegia. Pelo contrário, ela te levava a um abismo profundo. 
         Você fugiu das pessoas, do mundo e tal  isolamento o levou a uma solidão terrível.
       Mas, um belo dia, em um desses dias que Deus marca um encontro com você, exatamente, quando você tentava escapar das pessoas mais uma vez, você se viu frente a frente com Ele. Você não sabia quem era Ele. Ele sabia quem era você!  Ele provocara aquele encontro. Ele sabia que você estaria ali. Dispensou os servos. Deu serviços a eles. Ele conhecia a sua alma. Sabia que você precisava Dele, só Dele.
      Naquele sol forte do meio-dia, Ele puxou conversa, pediu água e você foi rude. Não queria relacionamento com ninguém, principalmente com um estranho. Ele voltou a falar. Não se importou com a sua atitude grosseira. Aí, você levantou a cabeça e olhou para aquele rosto, que agora lhe fazia uma promessa. Com amor lhe ofereceu água da vida. E você, lógico, quis beber, porém seria necessário uns acertos. Os erros foram apontados sem acusações. Um gentleman. Você entendeu! A alma precisava de paz purificadora. O espírito precisava de um renovo. 
      Os anos de pecado que levaram a uma vida escura, obscura se foram em minutos... A paz foi alcançada. Não havia mais condenação. O espírito agora era alegre. Uma alegria real. Como isso aconteceu? Simples, porque um dia, na solidão do seu meio-dia, alguém se importou com a sua dor e marcou um encontro num poço. Alguém  lhe ofereceu a água purificadora e você aceitou! Você se deu uma chance!


Nenhum comentário:

Postar um comentário