sexta-feira, 19 de julho de 2013

Jerusalém, amada, Jerusalém!


                                    Jerusalém, que sejam prósperos os que te amam!!!!!!!!!!!

Jerusalém, eu amo as suas ruas. Parece que já andei por elas. Parece que nasci debaixo deste céu.
Jerusalém, eu amo as suas pedras. Parece que já me machuquei nelas. Parece que já tropecei e caí por aí muitas vezes. Uma centena de vezes.
Jerusalém, eu sou apaixonada com os seus altos lugares. Eles te protegem dos seus inimigos. São inabaláveis. Nos seus montes, tem atalaias contratados pelo Eterno. Neles tem provisão de Deus, tem resposta de socorro divino. É terra santa! 
***
Jerusalém, entendo o choro de Jesus quando pôs os olhos sobre ti.
Lágrimas também inundam o meu olhar quando você me vem à memória.
Jesus chorou porque conhecia as suas maldades, a sua incredulidade.
Chorou porque veio te salvar, mas você não o quis.
E eu? Não sei porque choro, Jerusalém, mas eu choro. 
Simplesmente choro!

***

Que haja paz em suas ruas, Jerusalém!

2 comentários:


  1. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
    decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Antônio pela honra da visita. Volte mesmo e sempre que puder deixe um recadinho.

      Excluir