quarta-feira, 15 de maio de 2013

Saindo do caminho...

"Quero voltar ao início de tudo. Encontrar-me contigo Senhor. Quero rever meus conceitos. Valores eu quero reconstruir. Vou regressar ao caminho. Vou ver as primeiras obras Senhor. Eu me arrependo Senhor, me arrependo Senhor, me arrependo Senhor!"

          As artimanhas do nosso maior inimigo sempre enredam crentes e não são poucos o que abandonam o caminho, abandonam Cristo. Lamento tanto quando vejo um crente caído. Volto as palavras do Senhor quando Ele também lamenta que o seu povo não quis ouvi-lo, não quis andar nos seus caminhos, não quis saber Dele. Israel estava perdido. Posso até vê-lo chorando por Jerusalém que não o reconheceu  como Salvador.
       Busco nas escrituras e além de encontrar como será o fim daquele que abandona Jesus, descubro como é feito o laço que prende os santos do Senhor. Leio ali e observo ao vivo e em cores na vida dos crentes. É fácil demais. Uma concessão aqui, outra ali e quando se percebe o roubo, muitas vezes é tarde demais. Satanás já fez estragos terríveis. Famílias foram destruídas. Futuros brilhantes jogados no lixo. Um abismo chamou o outro. Nesta teia de pecados só uma grande alma consegue se safar sozinha. Na maioria dos casos, Deus Pai precisa levantar irmãos fiéis para ajudar aquele  que está derrotado. 
      Observo que esse crente derrotado(que se acha vencedor) tem os lábios cheios de argumentos e dos bons! Afinal, conhece os princípios de Jesus, como eu e você. Sempre tem a última palavra da verdade  e lógico, conveniente aos seus pecados. Não sabe que age ao redor dele uma legião de demônios. A primeira concessão atraiu apenas um anjo caído, mas onde passa um boi passa uma boiada. Onde passa um demônio, passa o inferno inteiro.      
     Os princípios do Senhor são sérios demais. Ou o amamos acima de tudo ou o esquecemos de vez. Lembra da palavra? "Quem não é por mim, é contra mim! Quem comigo não ajunta, espalha."  Não dá para ficar em cima do muro quando se trata de Deus. Somos Dele ou somos do diabo.
     Também tem uma situação pior quando o dividimos com o mundo e ainda acreditamos que somos Dele. Como tem crente assim! Divide sua vida. Ora é espiritual. Ora carnal. Deus o está vomitando e Ele não se deu conta disto.
    O bacana é que quando nos afastamos da trilha real Nosso Deus Maravilhoso nos deixa sinalizadores brilhantes que nos guiam ao caminho correto de volta a Jerusalém. Emaús não é o nosso destino. Não é ali que Deus nos quer. Jesus até nos acompanha neste trajeto de derrotados da fé e nos alerta a voltar ao início de tudo. Preste atenção! Jesus não nos traz de volta a Jerusalém. A atitude de retomar o caminho precisa ser nossa. Voltar ou não voltar para Jesus depende exclusivamente de nós. Ele simplesmente nos faz relembrar de como foi bom quando estávamos juntos. Nos traz a memória os valores das primeiras obras. Nos traz de volta ao arrependimento. Marca um novo encontro com o amor Dele. Faz o nosso coração arder. Deus é Fiel!


Nenhum comentário:

Postar um comentário