quinta-feira, 21 de março de 2013

Volta logo! Esqueça o mar!


O mar nos  recebe de volta, mas não nos aceita  mais.

Derrotados na fé, muitos de nós voltam para o mar. Jesus se foi  dos nossos  corações. O mar,  ao  contrário, continua  lá. Firme aparentemente indestrutível. O mar traz de volta as falsas alegrias, mata a fome e a sede das danças, das canções mentirosas. Mata também a saudade das cebolas  e dos alhos - dos temperos que mantinham um falso  equilíbrio de vida normal... De vida que segue...
O mar nos  recebe de volta, mas não nos aceita  mais. Temos uma marca que incomoda. Retém os peixes. Não tem mais pesca. Em  alto mar, uma  noite inteira se vai... Uma vida  inteira  e nada... As redes voltam sempre vazias. 
Um belo  dia, o desespero se  manifesta. Estamos sem pátria. Como o poeta resta perguntar: "E agora? E agora, José?"  E agora, Maria, Pedro, João... E agora? O mar não existe, não existe mais como antes. A água nem alcança os pés. Impossível chegar à profundidade de que se precisa para conhecer o Cristo Verdadeiro.  A falsa alegria foi denunciada pelo coração que clama angustiado. A fome crônica, não passa com as danças, com as canções... A sede é insuportável. Os alhos e as cebolas perderam o sabor. São como fel. Ou quem sabe, foram sempre amargos, só que estávamos cauterizados, anestesiados.  O sol esquenta e queima a pele... Queima de doer! E  agora?   
Voltar para Jesus?  O nosso Jesus não foi de todo esquecido. Ainda é falado nas palavras, no entanto há muito se foi... O gólgota está lá.  Foi morto na cruz. Sem mar,  sem Jesus. E agora? 
Agora é só  tirar os olhos do mar e se voltar para a praia. Ele está lá. Na praia, provê uma pesca maravilhosa, milagrosa. Tem peixe na beira da praia? Jesus faz brotar alimento dali. Ele ressuscitou. Existe esperança.
Volta para Jesus. Esqueça o mar. Na praia, Ele nos espera com um belo café da manhã recheado de milagres.153 milagres. Depois de uma noite inteira em alto mar...Depois de uma vida inteira de redes vazias... Tem  Jesus provedor! 
Volta rápido! Ele ainda está lá à nossa espera.  Haverá fartura de alegria, de paz... Cânticos e danças santas. Comida e água na medida certa para o dia. Maná sagrado. Volta rápido! Ele ainda está lá à nossa espera. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário