segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Coração de Pedra



O Deus de Israel é o único que pode nos dá um coração de carne. 

Um coração de pedra não acredita no  impossível. Muito mau, vai  levando a  vida...
Um coração de pedra vive  só. Não sabe amar! Nunca soube! Há muito perdeu  a esperança.
Um coração de pedra  é blindado. Aguenta porradas. O  peito fica pesado e ainda assim, pensa que não  sofre. Está sofrendo sem saber.


Antes tinha vida. Era de carne. Batia num ritmo certo. Era leve. Foi criado assim.
A leveza se foi, num só dia, em minutos. Perdeu o jardim. Perdeu a alegria.
Não lembra quando e como foi que aconteceu.
Só sabe que o sangue virou gelo. A fortaleza se formou.

Um coração de pedra não envelhece. Para no tempo. Está perdido.
Precisa de socorro. Precisa de transplante.
Um coração de pedra bate forte, sem a cadência da paz de quem sabe o que é viver.
Pensa que abandonou  Deus no altar. Deus nem estava lá.



"Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne". (Ezequiel 36:26).

Nenhum comentário:

Postar um comentário