quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Emoções abaladas!


Eu e Deus somos eternos!

Uma vez disse ao Senhor que eu não sou como o Monte Sião. Eu não sou inabalável. Eu ainda sou bebê quando se trata de controle emocional. Faço pirraça quando Deus demora a me responder, brigo com Ele, no bom sentido da palavra "brigar", exponho minhas lamentações usando as passagens bíblicas favoritas. Entre elas, as que aos seus amados ele dá enquanto dormem. Ou digo que sou filha, não escrava, não sou justa, mas Ele é. Não sou boa, mas Ele é... Choro, grito, fico até de mal de Deus inconscientemente... Depois de muita manha, me levanto e começo tudo de novo. A minha esperança se renova e continuo a confiar em Deus. Sabe o motivo? Deus sempre manda uma palavra como remédio.

"As emoções podem ser mais fortes que você, mas Deus é maior que elas - e ama você." Lierte Júnior

A frase acima foi postada por um amigo nessa semana em seu facebook. Fique pensando: "As emoções podem ser mais fortes que você, mas Deus é maior que elas - e ama você." Me perguntei: Como assim? Entendi então que posso ser vencida nas emoções, posso ficar abalada, posso fazer pirraça, posso ser manhosa, mas no final Deus vai estar ali me cercando, me esperando recuperar, simplesmente porque Ele me ama.
Os dias maus abalam as nossas emoções. Nos deixam no chão... Mil demônios se levantam com afrontas de todos os lados. O amigo ataca com palavras, com atitudes, o inimigo, nem se fala... Atira tantas flechas que há feridas por todo corpo...
Sabe o que Deus me falou um dia? Ele me disse mais ou menos assim: "Filha, muitas flechas serão lançadas, no entanto nenhuma delas vai penetrar o seu coração. Antes, eu as quebro." Não é tremendo? Podem existir dias maus. Podem vir ataques de todos os lados. De seus inimigos, de seus amigos, seus falsos amigos, seus irmãos ou até daquele que usa seu peito, seu colo como abrigos... No final, Deus se levanta! O salmista diz: "Ainda que um exército se levante contra mim, no Senhor eu confiarei!" O salmista confiava no levantar final do Pai a seu favor.
Aprendi com Deus que posso ficar ferida numa guerra de emoções. Posso ser atingida nas pernas e parar um pouco a caminhada. Posso ser atingida nas mãos e ficar incapacitada de continuar a boa obra. Posso ser ferida na cabeça e não conseguir raciocinar coerentemente por algum tempo. Mas, nunca vou morrer porque nenhuma flecha atingirá o meu coração! Nenhuma flecha será mortal ! Nenhuma conseguirá matar o amor de Deus por mim e o meu amor por Ele. Eu e Deus somos eternos!
Obrigada Jesus por tudo! Obrigada por ser a minha Rocha!

Um comentário:

  1. Como foi forte ler esse post agora mana, 1:40 da madrugada, eu sem sono. Foi muito bom. Continuo na luta pelo meu objetivo, creio que o tempo de DEUS não é o meu. Te amo.

    ResponderExcluir