quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O orgulho precede a queda!





A humildade de Cristo é pura, é feita de amor.

Tenho medo da soberba, muito medo, porque diz a bíblia que ela precede a queda. Então, quando vejo uma pessoa orgulhosa fico apreensiva e clamo a misericórdia de Deus.  À memória me vem a queda de Lúcifer. Criado de forma estupenda, querubim da guarda ungido, o aferidor de medidas no céu. Ou seja, Deus o criou para ser uma referência, um comparativo das coisas celestiais.  Algo assim tão grandioso que nem sei explicar o seu significado sem cair talvez em algum tipo de erro teológico, área que não domino.  
Uma certeza carrego comigo. Lúcifer, que se transformou em Satanás, foi  a obra prima de Deus entre os anjos. Uma espécie de anjo dos anjos. Penso assim, mas posso estar errada. Alguns dizem que ele era o único querubim, que ele era a outra estrela Dalva que havia no céu e que seria essa estrela que teria caído do céu com ele no dia da sua derrubada. Jesus disse que viu Satanás cair do céu como um relâmpago.
Em provérbios uma máxima: “O sábio aprende com o erro do tolo.” Podemos aprender isso com o tolo, o perverso Satanás. Não vamos ser como ele para não termos o mesmo destino. O inferno não foi feito para nós, mas para ele. Só iremos para lá se nos tornarmos filho dele e lembre-se, filho de peixe, peixinho é. Se tivermos o caráter de Lúcifer seremos filhos dele. Quando o orgulho nos dominar, vamos pedir a misericórdia do Altíssimo. Ou até sermos preventivos e pedir ao Senhor para nos alertar quanto a esse pecado mortal. Por que digo mortal? Mortal, porque o orgulho te deixa no chão, te derruba e sem a misericórdia do PAI podemos ser mortos espiritualmente e sabe se lá, fisicamente.
Uma falta de perdão, por exemplo, pode ser resultado de um orgulho. Não perdoamos porque não queremos nos rebaixar e não porque não queremos perdoar. Vamos aprender com o Lindo, o Maravilhoso, o Eterno Jesus. Quem quiser ser o maior, que seja o menor.
Que Deus nos dê hoje o dom da humildade e que o nosso caráter seja revestido pela  simplicidade de Jesus. Não devemos desejar a humildade dos homens, essa em sua essência exige retorno, quer troca, quer reconhecimento... Precisamos clamar a Deus para nos ensinar o que é a humildade de servo. A nossa alma, o nosso espírito, a nossa carne precisam exalar a humildade de Cristo, porque ela é pura, ela é feita de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário