quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Jesus é o teu marido!


“Porque o teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; que é chamado o Deus de toda a terra.”

Eu não sei se você internauta ou blogueira amiga é casada, mas sendo ou não, esta palavra serve para você também. As casadas que sofrem com o desprezo do marido devem focar sua visão nesta palavra de fé. Mesmo aquelas que não sofrem e que são honradas pelos maridos nunca devem se esquecer desse versículo.
Não podemos colocar nossa confiança no abraço amigo do marido, no acalentar de seus braços antes do adormecer e muito menos nos desesperar na violência de agressões, de palavras duras ou de atitudes que não condizem com as palavras. Tem homens que são amáveis nas palavras e às vezes em algumas atitudes, mas como diz uma canção secular: “Das palavras de amor que eu nunca acreditei, mas aceitei.” Por que o poeta da canção nunca acreditou? Por que sabia que não condiziam com a rotina vivida no casamento. Eram palavras ditas em momentos interesseiros, talvez em dias felizes, por causa da conquista de algo. Apenas isso! Neste caso, pode até haver amor, mas existe falta de cuidado. Entretanto, o poeta não pensa assim, pensa que se tratam de palavras de amor mentirosas. 
Quanto aos maridos “bonzinhos”, mas controladores. Conheço um monte desses por aí. Suas mulheres são opressivas, infelizes e vivem acuadas. Vivem em mentiras, pisando em “ovos”. Não são livres para se vestir, para falar e nem podem livremente fazer um passeio de fim de tarde. Misericórdia, Jesus! Tenho muita pena dessas mulheres. Sofrem caladas, são presas na alma e só na igreja encontram um pouco de liberdade. Diante de Cristo, se sentem verdadeiramente alegres. 
O que fazer? Deixar esses maridos? Creio que a resposta você já sabe. Independentemente, de quem seja o seu tipo de marido. O agressivo, o controlador ou o que ama e não demonstra com atitudes. Ele precisa de você mais do que você pensa. Eu sei que é difícil aceitar. O conselho dos amigos é sempre o mesmo: "A separação." Ou como dizem por aí, as canções seculares contra o casamento: “Estou deixando você, pois não posso mais viver com alguém...... Te vendo de longe, te vejo melhor!” Mentira: quando você escolher isso, estará simplesmente mandando seu marido para o inferno.Entregando-o para Satanás, pois é você que o sustenta na fé. Abandonando o seu cônjuge estará dizendo para Jesus. “Jesus, desisto!” Não é isso, que o Pai quer para a sua família. Portanto, busque o versículo acima nas escrituras e ore, mas ore muito por essa pessoa que Jesus colocou ao seu lado ou você escolheu para caminharem juntos nesta terra. Entretanto, entenda esse homem não é o seu marido! Viva seu casamento para o Senhor!
Quem é o teu marido? Agora você já sabe: Seu criador! Esse homem que está ao seu lado é apenas alguém que Deus colocou aqui na terra para cuidar de você, de seus filhos e juntos vocês trabalharem numa missão. Missão de guiar a família rumo ao céu e guiados pelo amado Espírito Santo arrebanharem almas para o Reino. Aleluia!!! Creia!!! Deus é Fiel!!!!

Ps. Fiquem atentos, maridos. Busquem amar suas esposas como Cristo amou a igreja, ou caso persistam em serem homens de Belial, Jesus pode fazer com vocês como fez com Nabal. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário