quinta-feira, 21 de junho de 2012

Família: terreno fértil para um avivamento!

   A mensagem abaixo foi postada pelo pastor Daniel Branco de Belo Horizonte no facebook. Uma palavra sobre a importância de cuidar da  vida espiritual da família. Ou seja, primeiro Jerusalém, depois os confins da terra. Espero que gostem! 
Avivamento tem sido um tema bem pertinente e extremamente necessário em nossos dias, mas é fundamental entendermos que todo mover de Deus tem por objetivo a restauração. Ele necessita mudar as estruturas sociais, politicas de uma nação e principalmente suas estruturas familiares. O livro de Malaquias 4:5,6 " . . .o espirito do profeta Elias . . . converterá o coração dos pais aos filhos e dos filhos a seus pais". O objetivo fundamental de um mover de Deus, não é somente proporcionar experiências sobrenaturais, mas transformar as estruturas familiares, convertendo o coração da família para Deus, e para a própria família. Não adianta termos e vivermos um grande mover de Deus dentro de uma igreja, quando esse mover não alcança a nossa família. Nossas experiências com Deus e ministeriais, necessita se traduzir em frutos dentro da família. De que nos serve, termos um ministério tão bem sucedido, fora e não termos exito dentro de nossa casa? Que avivamento é esse?
      Gosto demais da vida de Davi: Do seu amor, sua paixão por Deus, sua ousadia, seu empreendedorismo. Mas apesar de termos admiração por Davi, quando ele derrotou animais ferozes, quando encarou o gigantes Golias, quando ele subjugou tantos reinos ou quando governou com equidade, tudo isso nos impressiona. Mas existia na vida de Davi algo que não conseguimos entender, ele foi um homem que não conseguiu, ter sua própria família dentro do rool de todas as suas conquistas. Olhando para a casa de Davi percebemos que esse foi um êxito que ele não teve, seu maior desafio foi sua família. Por que sua mulher Mical criticava sua espiritualidade e não respeitava sua devoção a Deus? Por que seu filho Amom se apaixonou pela própria irmã Tamar e ele não percebeu? A violentou e ele não a defendeu, nem a consolou ? Por que ele não percebeu que seu filho Absalão, queria matar o irmão Amom? Por que ele não discerniu as intenções maléficas do flho querendo matar o  irmão? Por que Davi não corrigiu Amom quando ele violentou a irmã? Podemos afirmar que seu reino foi justo, correto; mas a sua casa foi uma total bagunça. 
   O nosso ministério pode ir bem, quando nossa casa vai mal? Claro que não. Necessitamos de um avivamento e de experiências sobrenaturais que transforme o nosso coração perante Deus, que converta nosso coração a nossa família. Necessitamos de um avivamento que comece dentro de uma reunião da igreja, mas que se estenda até em casa. Um avivamento que mude as estruturas de desamor, incompreensão, amargura, violência, falta de comunicação e egoísmo dentro das famílias. Necessitamos de um avivamento que mude isso. As pessoas estarem dentro da igreja servindo, tocando, cantando e sendo bênção para os outros e não sendo agentes de avivamento dentro de casa. Necessitados de um avivamento familiar. Mas se sua família está em crise. Esse é o terreno fértil para o avivamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário