sábado, 12 de maio de 2012

A certeza da salvação!

    

  Um amigo que prezo muito reclama comigo porque enfatizo sempre a certeza da minha salvação. Ele não aceita a ideia da minha fé absoluta de ir para o céu e me chama de pretensiosa e arrogante. Segundo ele, esse é um mal dos evangélicos. Ele acredita que ninguém pode ter essa certeza porque a salvação depende da bondade e da misericórdia de Deus

    O que meu amigo não entende que a certeza da salvação nos é dada pelo Espírito Santo quando recebemos Jesus como nosso único e suficiente Salvador. Não somos pretensiosos ou arrogantes, apenas confiamos no que diz  a Palavra: "Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crê será condenado!" O que será do meu amigo, se ele não crê na salvação dele? E ainda: "O que vem a mim de maneira nenhuma lançarei fora." Eu busco Jesus, Ele nunca irá me abandonar. Foi Ele que disse isso.  Então, quem pode tirar a minha certeza, a minha fé em Cristo. Como eu não confiaria na sua graça, na sua misericórdia que se renova a cada manhã?
    Jesus não espera que sejamos perfeitos, mas temos que buscar a perfeição, a santidade... Isso é nossa obrigação. Temos que ser testemunhas de Cristo aqui na terra. Creio que Ele precisa ver em nosso interior a vontade de não errar, o desejo de acertar sempre. Paulo falou sobre isso, que o mal que não queria fazer, ele fazia. Ou seja, vai sempre ser uma luta constante contra o mal dentro de nós. 
   Precisamos lutar contra o desejo da nossa carne, contra o mundo (prazeres e cobiças) e lógico contra o diabo. Essa guerra pode ser vencida se andarmos sempre com Cristo. Ele nos batiza com o Espírito Santo e nos capacita para seguirmos adiante matando um urso, um leão por dia... De fé em fé.... De glória em glória... Sem Jesus, sem irmãos fiéis é impossível vencer!
   Mas o fato de sermos salvos, não nos dá o direito de pecar. O pecado na nossa vida precisa ser um acidente seguido de arrependimento genuíno. Nas escrituras Paulo nos adverte,  adverte aos salvos. "Cuidem para que não caiam". Sempre vai existir o risco de cair e perder o céu, perder a eternidade com o Pai. É importante vigiarmos e orarmos e qualquer deslize buscar rapidamente o arrependimento genuíno, o que é diferente de remorso. Judas ficou com remorso e o resultado foi o suicídio. Pedro se arrependeu e foi salvo.O remorso não nos faz mudar de atitude já o arrependimento nos transforma numa pessoa melhor a cada dia e geralmente chega com quebrantamento (muito choro, muitas lágrimas). Eu sou e quero ser Pedro e você, quem é você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário